segunda-feira, julho 14, 2008

Milenium 3ª etaps

Resumindo? Frio, muuuuito frio.

Milenium da Cia. de Yepocá in MBC 2008

Juiz de Fora

Primeiro que foi muito difícil chegar na cidade. A estrada está em obras, o que rendeu numa pequena confusão entre as placas e retornos. Mas depois de um bom tempo e pelo instinto fomos chegar no devido lugar. Para alegria geral, tanto da trupe quanto de toda a equipe do evento, o hotel se situava defronte a praça em que iríamos apresentar. Que beleza! rs. E como de costume fomos jantar num restaurante charmoso ali perto.

Ao amanhecer pudemos já perceber que a previsão do tempo não mentira. Os vidros do apartamento todos incrivelmente embaçados e nada convidativos para um passeio ao ar livre. O bom é que o nosso dia só começaria às 10:00h.

E como a cidade é movimentada ein...



São João Del Rey

Foi chegar e me lembrar das outras idas a São João. Uma foi quando tinha 11 anos, com a escola, a outra foi há 2 anos, com meus pais. Em nenhuma das duas passei tanto frio. E continuo sem conhecer de verdade a cidade, a não ser o pipoqueiro que não poupa nem apresentação de teatro para continuar buzinando e que a casa da família Neves tem uma fachada realmente linda.

Por falta de espaço não foi possível a montagem do telão ao lado do caminhão/cenário, como normalmente é. Assim a nossa tela, que é usada para projetar sombra, foi usada também para passar o video.

À noite foi muito, muito gelado. E os nossos figurinos nem deram conta... Nesse dia meu pescoço e ombros ficaram um pouco duros, acho que foi choque térmico. Que dor...


Pará de Minas

Algumas tensões na estrada e uma praça enorme, com lagoa e tudo. Local perfeito para grandes apresentações. Dia tranqüilo, algumas horas a mais no hotel, que diga-se de passagem, terrivelmente despreparado na acústica, de modo que o que se conversa em um quarto ouve-se noutro. Aff...

O espetáculo teve ótimo. Apesar de um vuco-vuco por causa da pressão baixa de uma das atrises. Mas ritmo bom e participação geral do publico, ótemo! rs


Depois jantar com uma das memoráveis interações entre Yepocá e técnica. De chorar de rir...


Próximas cidades:

20.08 – Betim
21.08 – Contagem
23.08 – Belo Horizonte

(*Fotas: Mariana Lima)

3 comentários:

Carlos Howes disse...

Não deve ser fácil se apresentar no meio do frio..

Amanda Bia disse...

dá uma vontade de viajar assim como você... deve ser muito bom, apesar de ser "à trabalho".
beijos!

epilethic disse...

vuvo-vuco ? conheço essa expressão...rs.