quinta-feira, outubro 26, 2006

cinema, sentimentalidades? e pombas, não urubus!

Quando fiz este novo blog [diga-se de passagem bem passageira, é o terceiro da série] imaginei-me postando somente sentimentalidades poéticas, cheias de drama e corações dilacerados ou coisa parecida. Mas vejam só que minha alma pseudo-jornalística e crítica em essência não me deixaram nem deleitar-me lentamente com tamanha pretensão. Pretensão apenas pois eu nunca poderia entregar-me assim somente a esses assuntos sentimentais. Oras, iria definhar-me e o resto seria mesmo só história. Pronto, chega de drama barato e cafona de minha parte. Tenho vontade de escrever sobre tudo e todos! Entretanto não sei bem se esta energia toda vai durar muito tempo... aiai! rs. E creio que no final de tudo, e ainda bem em breve, estarei de volta às minhas sentimentalidades.

cinema não, vídeo!
Recebi num dia desse no meu e-mail que quase não olho [aliás, quem num tem um desses?] um pequeno vídeo com os seguintes dizeres de acompanhamento: "achei lindo de morrer! essa menininha é uma gracinha!!!". Tudo bem, poderia ser qualquer coisa besta, daquelas que um amigo manda só de sacanagem e você tem que abrir se não morre de curiosidade. Mas talvez isso não tenha passado pela minha cabeça porque o remetente não costuma me mandar coisas desse gênero besta brincalhão. Abri. Esperei baixar o vídeo. Coloquei pra rodar. Nossa! Uma menininha japonesinha cantando uma música também em japonês. A coisa mais linda dos últimos tempos vindas da internet. E agora, depois de vários comentários mútuos com a tal remetente do e-mail, ela me manda o resto do vídeo que está disponível no you tube. Gracinha demais!! rs....

pombas
Você sabia que a época de reprodução das aves, ou da maioria delas, é de agosto a dezembro??? Pois é! E como toda boa cidade histórica [com a incrível exceção de Diamantina, que segundo meus olhos observadores não foi registrado nenhum vestígio pomboresco pelas ruas ou ruelas de pedra e nem embaixo de qualquer marquise ou estruturas telhadescas de igrejas e casas históricas] é apinhada de pombas, o reboliço das danças e rituais de acasalamento é grande por essas bandas. Mas não são somente as pombas, há serviço para muitas passarinhas na construção de seus ninhos. Gravetos, folhas secas, que nessa época abundam, são bem cotados na bolsa de valores aviária. Há também aqueles espertinho que ficam sempre à espreita para roubarem os ninhos dos outros, mas isso não vem ao caso. Os cânticos acasalásticos e barulho de engenharia ninhástica tomam contas das manhãs, lá por volta de seis e meia da matina. Neste horário normalmente já estou a caminho da faculdade ou, no caso de final de semana, dormiiiiiindo. Eis 'lo milagro de la vida!'. Apesar de todo o barulho chato em alguns momentos... rs

Um comentário:

Carlos disse...

Meu blog durante muito tempo foi só sentimento e lamentação... hoje é praticamente só dicas culturais e coisas simplórias.. Se a nossa vida e nossas vontades tem um pouco de mutação, é normal que o blog reflita isso. =)