terça-feira, janeiro 29, 2008

bobos

__ é parar pra pensar e por um instante me achar boba. será que alguém nunca se achou bobo demais? duvido, mesmo se responderem que sim. e se é normal, por que é tão ruim? chega a ser patético num é? se sentir completamente bobo. meio sem jeito de num ser.
__ bom, normal é, num é?! num acho tão terrível assim... bom, se você não se sentir bobo você num vai perceber não ser, entende?
__ mas se sentir assim é frio, desconfortável. é como se olhar no espelho e ver que tá muito mais gorda que imaginava. é passar mal de tanto comer sorvete.
__ é como tomar um porre e sentir ressaca. é... patético... mas normal.
__ e quem não é normal? se é que há alguém assim, claro. não se sente bobo ou se sente assim a todo momento? aliás, o que é, quem é normal afinal?! rs
__ bom... ninguém é normal né... rs
__ ninguém.
__ boba!
__ bobo... rs

6 comentários:

O Profeta disse...

Este vento que sopra nos brandais
Leva de arrasto a minha alma
A proa estende-se adiante na vaga
Olhar de garça o meu coração acalma


Boa semana


Mágico beijo

TJ disse...

Gosto do teu blog...
Na verdade gosto dos seus textos...

Jaya disse...

Essas conversas me são familiares.

E todos somos bobos. Uns por saberem, outros por ignorarem.

É bom ser assim. Adoro minha bobice. E a tua também.

Vou te esperar, então.

Saudades.

Um beijo.
:*

Amanda Bia disse...

somos todos um bando de bobalhões, minha querida, hehehe!
beijos!
tava com saudade!

Carlos Howes disse...

Hehehehehe.. adoro esses diálogos..

Acredito sempre que normalidade é o mais subjetivo dos conceitos. Sempre penso naquela máxima: "Quem disse que aqueles que são chamados de loucos naõ são os normais?"

Acho que sou louco de pensar nisso, né? Talvez bobo. Bobo, sim, com certeza.

Não, boba é você que me fez sentir bobo agora. boba!

Brincadeira!! ;)

Brincadeira boba, aliás. hahahaha.


=*****

Cybersein disse...

Parafraseando o Ultraje: bobo todo mundo gosta, todo mundo quer / bobo todo mundo fica, todo mundo é!

E para aprender a rir disso, talvez um workshop de clown? Ou são questões filosóficas mais avançadas? Aí, tome psicoterapia, rs.

Beijão!