terça-feira, janeiro 08, 2008

Pão de Queijo

Eu tinha te reservado o maior pão de queijo, e no sofá a almofada mais macia. Era de se esperar que uma pequena pessoa não fosse levada a sério. Desde meus doze anos e a mesma altura, mas já não dizem a mesma coisa. Observei quando saiu correndo pra pegar o ônibus. Te ofereci uma bala no meio da conversa doida e corrida. Te olhei e desviei o olhar quando virou. Sua franja caindo no rosto e minha faixa que escorregava. Pensei em cinema mas você preferiu dormir. Me deixou plantada em pé do lado de fora. Pensei que quisesse ficar mais horas e você foi mandando beijos e correndo de Allstar verde na chuva. Não queria que se molhasse, mas nem falei nada. Guardei a cadeira ao lado pra você se sentar mas quando vi estava do outro lado. Me preocupei em me perfumar mas você nem notou. Te comprei um chocolate e comi por ansiedade. Te liguei e só dava ocupado. Bati a campainha e tomei chuva lá fora. Não sei, sou pequena demais? São meus cabelos? Meu gosto ou um desgosto? Nada sei e você nada. Ah, aquele pão de queijo eu comi também.

5 comentários:

Amanda Bia disse...

que lindo! meio saudosista! meio sonhador... adoro!
beijos!

Cybersein disse...

Você já leu "Fragmentos de um discurso amoroso"? Tem esse clima poético, desapressado e revelador. Abração!

Cybersein disse...

Por desarmonia com as energias do ciberespaço, abandonei o weblogger (na verdade ele me abandonou, já que não funciona). Comecei 1 blog novo na mesma linha mezzo literária do outro. O endereço é www.funky-buda.blogspot.com . Se puder linkar eu agradeço. Abraço e bom ano novo!

Jaya disse...

Esses teus poemas que voam realmente causam esse efeito ao pé da letra. É arrepiante.

Algumas coisas parecem comigo.
:)

O pão de queijo, eu também comeria. Ora bolas! Rs.

Saudades de você, Mariana!
Um beijo.
:*

Ah! Tem uma corrente pra você lá no blog. Pra você contar do teus desenhos animados preferidos. Passa lá pra pegar.

Carlos Howes disse...

Palavras puras, de um de sutil, sonhador desejo, distante, e talvez inalçável, mas não menos bonito. =)