sexta-feira, abril 04, 2008

um diálogo tal

_ e apesar de tudo, então? como vai ser?
_ como está indo.
_ num vai fazer nada?
_ não.
_ nada? vai ficar aí parada com o bundão na cadeira? toda confortável?
_ é...
_ não acredito! como pode?!!
_ é isso, não posso. não consigo, não posso.
_ uhm... pode. você só não quer querer.

7 comentários:

Juliana Caribé disse...

Ai, meu Deus! Como eu queria que uma pessoa entendesse que é exatamente assim que ela está! Mas como é que faz quando ela não quer ver?

Amanda Bia disse...

é mais fácil se acomodar né? fingir que não dá p/ não assumir que não se quer!
tenso diálogo!
beijos!

Nalu disse...

e enquanto a gente não quiser querer num dá certo!
as vezes tentamos adiar as coisas por alguma esperança que ainda existe...
eu só sei que eu só quero quando tenho certeza de que num dá mais. hehehehe

obrigada pela visita e pelas palavras! um beijo!

Luh disse...

pois é! ser cômodo é muito mais fácil! temos medo de mudanças e das mudanças que fazem na nossa vida. Muitas vezes tmb não temos vergonha na cara tmb (eu).
beijos

Dominique disse...

Oi, Mariana,

tô passando rapidinho só para dizer que te linkei lá no Dominus.

Um abração e boa semana!

Carlos Howes disse...

Querer é Poder. Frase clássica, mas potente.

Às vezes eu tenho vontade de fazê-la um pouco mais efetiva comigo.

Jaya disse...

Sei bem como é essa história de não querer querer.

Ando não querendo querer algumas coisas. E quando eu quero, não posso querer. É estranho.

Ai, ai...

Cheiro.