quarta-feira, abril 23, 2008

Ratato o quê?

Eu nunca escondi meu amor pelos desenhos. Mesmo crescida, ou supostamente crescida, ainda gosto de deliciar um bom desenho. Pode ser longa, curta, não importa. Mas, o mais importante, é que tenha uma boa história.

Me lembro de grandes desenhos que me acompanharam durante etapas da vida. Doug, Scooby Doo, X-Men... Mais tarde veio o Fantástico Mundo de Bob, As Meninas Super Poderosas, e outros que nem lembro mais. Os mais atuais, Três Espiãs, Jack Chan. Mas, voltemos aos longas.

Rei Leão, Toy Story, Mulan, Shrek, Tarzan, A Fuga das Galinhas, Os Incríveis... são tantos que nem me lembro de todos. E com o tempo eles também foram mudando. Todas as canções que antigamente tinham em quase toda mudança de cena não existe mais, talvez só na série Shrek e mesmo assim só pra criticar esse modelo. Cada vez estão parecidos com filmes. Não são direcionados mais só para crianças, como numa época isso era bem claro. Hoje o desenho é para toda a família. Faz piada para a mãe, o pai e para os filhos das mais variadas idades. Sempre discutem também questões sociais e sentimentais importantes e inerentes a todo e qualquer ser humano.

Mas, dessa vez, estou falando de um especial que me tocou em vários pontos que antes não tinham sido tocados. É normal pensarmos sempre numa história de amor que tenha um herói, ou pelo menos um anti-herói (Shrek?). Foi exatamente o que me chamou atenção neste longa. Essa falta de herói. E isso me encantou muito. Quando li a sinopse e vi o cartaz, pensei logo que fosse um ratinho que ajudava um cozinheiro num restaurante e que este seria o "salvador da história" salvando uma receita ou o emprego do rapaz. Estava enganada. Tudo se trata simplesmente de uma história de humildade e amizade. Sobre a capacidade de quem quer que seja de fazer as coisas, mesmo que todos digam que é impossível. E o nosso querido Remy prova que qualquer um realmente pode cozinhar. O mais lindo, pra mim...

Ratatouille é um filme singelo e incrível de cabo a rabo! As belas feições do ratinho (meu Deus, como se parece com minha cachorrinha!!), a linda trilha sonora... e o tema do enredo: culinária! Achei de uma sensibilidade mesmo incrível. Não vemos muitos filmes sobre culinária por aí. E isso no desenho é mesmo uma coisa muito bacana!

Para quem ainda não viu, o filme trata-se de um ratinho que vive uma vida de rato. Mas o que ele gosta mesmo é de cozinhar e é isso que ele quer fazer na vida. Mas, seu pai e família o reprimem pelo contato com os humanos. Entretanto devido a um incidente ele se separa de toda a família e vai parar justamente no restaurante de seu grande ídolo, e finado, chef, o Gusteau's. Eis a oportunidade de realizar um sonho...

Ah... mas não sei como dizer o resto da história sem prometer grandes expectativas ou dar falsas impressões. Apesar da minha memória estar revivendo praticamente todo o filme e estar ouvindo a belíssima trilha sonora, não posso entregar o ouro assim tão fácil, ham. E talvez seja por isso mesmo que me deliciei tanto com ele, pois não li nada além da sinopse atrás do DVD. Para sanar então essa minha falta de informação, recomendo mesmo é que assistam. É isso. E depois baixem a trilha também, rs.
.
p.s.: logo vem o comentário do filme "Natureza Selvagem"... prometi, né... rs

6 comentários:

Amanda Bia disse...

eu comecei a assistir esse filme, mas parei antes do meio porque o dvd era gravado e deu pau! que raivaaa! desde então fiquei morrendo de vontade de terminar de assistir! e agora mais ainda!
beijos!

Carlos Howes disse...

Eu gosto muito desse filme.. ele é de uma simplicidade encantadora, como você bem descreveu. Não quero comentar mais da história para não estragar a graça de quem não viu ainda, mas recomendo que assistam o extra do DVD, que é bem interessante também. Eu pelo menos gostei.

=)

Dominique disse...

Oi, Mariana,

que bom vir aqui e encontrar o meu filme animado preferido. Sou fã, sim, do ratinho Remy. Na verdade, amo ratinhos de desenho animado (rs)e antes mesmo do filme ser lançado eu já ficava ansiosa para assistí-lo. Sua recomendação de cinema é mais do que justa, é perfeita!

Um abração, querida!

Jaya disse...

Ah, eu de cara já assisti duas vezes. Rs.

Bom demais!!!

Beijo.

Maria Renata disse...

Eu nunca vi! Na verdade, não tinha me chamado a atenção, mas confesso que vc me deixou curiosa! Tb sou fã de animações de todos os tipos. Até hj meu longa preferido da Disney é Aladdin! E não gosto muito de animes, mas os filmes do diretor de A Viagem de Chihiro têm uma narrativa peculiaríssima e maravilhosa. E acho que vou alugar Ratatouille pra ver nesse finde! Valeu!
beijos

Li disse...

hm, ratatouille virou meu favorito da disney, depois de fantasia. e cara, além da trilha sonora, a fotografia é linda, a iluminação é linda, e os personagens não deixaram de ter aparência de "desenho", mesmo com todo o resto parecendo tão real. e a história, como vc disse, é encantadora. realmente, vale mt a pena mesmo :)