quarta-feira, dezembro 17, 2008

[ ]

um momento de silêncio.
não pelos outros
por mim.

é que às vezes fica pesado demais.
e nem sei o que mais pesa
deve ser eu...

nem um capuccino
nem um bom filme
me curou.

talvez só mesmo
esse ficar sozinha
sem ruído nem vento

apesar da chuva
da água
do clima

por isso, silêncio!
que meus pensamentos
já me ensurdecem.



3 comentários:

João Rafael disse...

ahhh... O silêncio é estonteante nestas horas. O jeito é café com chuva. Varanda e um radio de pilha.

Carlos Howes disse...

...

Amanda Bia disse...

lindo poema...
beijo!