terça-feira, março 31, 2009

meu espaço

no meu quarto tem um quadro
no canto da parede teias de aranha
em cima do armário um rádio
um livro do meu lado
um violão encostado
um pensamento inacabado

no meu quarto a luz entra toda pela manhã
uma pilha de roupas espera minha atenção
calçantes espalhados pelo caminho
poemas para possíveis amantes
papéis cheios de recados e lembretes
uma vontade imensa de ser além do que já sou



[ ]

4 comentários:

Jaya disse...

Gente, você tem poetado horrores, cara! Dá licença que eu vou ler.

Ah, e o teu espaço é a tua cara. Rs.

Beijo, mineira.

Roginho disse...

E os sapatos embaixo da cama?
E aquela foto fazendo um drama?
E aquela carta de alguém dizendo que te ama?
E aquelas coisas?
E aquelas?
E?
?
.

Mariana Lima disse...

'aquelas coisas'
estão todas escondidas
pra só eu ter o prazer
ou desprazer
de vê-las.

hehe

Amanda Bia disse...

sempre dá vontade de ser algo diferente do que somos. que coisa doida essa!
beijo!